3 investimentos alternativos para 2022

3 investimentos alternativos para 2022

Sabia que alterações no comportamento do consumidor, mudanças na legislação e criação de novos segmentos e tendências refletem no mercado financeiro? E que essas novas tendências podem gerar os chamados investimentos alternativos? Se não conhece essa classe de ativos, fica até o final que eu vou te explicar e mostrar ótimas oportunidades para 2022.

Olá, investidor!

Os investimentos alternativos são uma classe de ativos diretamente ligados à economia real e não se enquadram nos moldes do mercado tradicional.  os principais exemplos de investimentos alternativos são: private equity e venture capital, que são as formas mais comuns de investimento em negócios.

Algo interessante de saber é que um investimento alternativo pode virar um investimento tradicional… um bom exemplo são os FIIs (fundos de investimento imobiliário). Com certeza você já ouviu falar neles, não é mesmo? Pois é, hoje eles são super conhecidos, mas há 10 anos não era assim! 

E por que os investimentos alternativos estão com tudo? O último ano não foi fácil e  investidores se depararam com volatilidade histórica na bolsa de valores, que acumulou queda de 11,92% no ano. Além disso, nos deparamos com a alta da inflação

O cenário não foi dos melhores e a previsão para 2022 não é animadora. Apesar da expectativa ser de controle da inflação e redução do ritmo de alta da taxa Selic, há uma preocupação com o agravamento da pandemia e o surgimento de uma nova variante. Além disso, em ano de eleição o cenário fiscal e político é mais instável… Ou seja, é importante se preparar para mais momentos de volatilidade. 

Os ativos alternativos têm baixa correlação com a bolsa de valores e, justamente por isso, são uma ótima oportunidade para diversificação da sua carteira, trazendo equilíbrio e proteção em momentos de volatilidade.

A seguir, vou te apresentar 3 opções de investimentos alternativos para 2022:

A 1ª opção de investimento alternativo são créditos de carbono, certificados digitais que comprovam que uma empresa evitou a emissão de 1 TON de CO2 durante o ano. Você pode comprar o crédito de carbono diretamente em plataformas, buscar fundos que invistam em créditos de carbono ou ainda investindo em ETFs no exterior.  

2ª opção: Investimentos em energia alternativa, em especial, o urânio. O urânio, mineral escasso, é o principal combustível das usinas nucleares de energia. A energia nuclear representa 10% da matriz energética mundial e com o desenvolvimento tecnológico especialistas apostam no aumento da demanda deste mineral. 

3ª opção: por último e não menos importante, o equity crowdfunding, que se destaca entre todas essas formas que citei por sua facilidade de acesso. Por meio de uma plataforma de equity crowfunding, como a beegin, é possível investir em empresas de capital fechado, com alto potencial de crescimento a partir de R$ 2.000

Já conhecia os investimentos alternativos? Me conta aqui nos comentários. 

E se ainda ficou alguma dúvida, deixa aqui que a gente te ajuda!

Até o próximo vídeo, investidor!

Como investir em startups

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.