Aceleradora de startups: como funciona esse processo

Aceleradora de startups

Startups em seus estágios iniciais contam com apoios diferentes para conseguir se consolidar no mercado. Pode ser um fundo de venture capital, incubadoras ou até mesmo as aceleradoras, que ganham cada vez mais espaço no meio tecnológico. 

As aceleradoras de startups desempenham um papel importante no ecossistema do empreendedorismo, porque possibilitam que empresas que estão em sua fase inicial consigam melhorar seu produto e chegar ao ponto de breakeven de forma mais rápida.

O que é uma aceleradora de startup

Como o próprio nome diz, a aceleradora de startup acelera o processo de desenvolvimento de uma empresa, aplicando processos ágeis de validação do product market fit e antecipando a fase de tração do negócio.

Para isso, ela oferece tanto recursos financeiros quanto conhecimento, via smart money, para acelerar a melhoria de produto, como otimização de atendimento, expansão da equipe e ganho de conhecimento sobre o mercado escolhido. Isso geralmente é feito por um prazo determinado. 

O objetivo das aceleradoras é obter lucro. Então, tanto o suporte para acelerar o crescimento do negócio quanto os recursos financeiros aplicados são oferecidos em troca de uma parte do equity. A partir daí, aceleram seu desenvolvimento e, quando o valuation da empresa cresce, as aceleradoras saem da operação e rentabilizam seu investimento. 

Tipos de aceleradoras de startups

As aceleradoras de startups podem se dividir em alguns grandes grupos principais:

  • Programa de aceleração privado: grande maioria das aceleradoras funciona assim, investindo capital em empresas promissoras;
  • Programa de aceleração público: nesse modelo não precisa pagar equity para ser acelerada, apenas atender a critérios específicos para resolver problemas definidos pelo governo;
  • Programa de aceleração pago: nesse caso, a startup paga para fazer parte de uma aceleradora e recebe consultoria de negócios com especialistas;
  • Programa de aceleração corporativo: uma empresa patrocina um processo de aceleração para descobrir soluções para seus próprios desafios.

Diferença entre aceleradora e incubadora

Apesar de terem conceitos semelhantes, o processo de aceleração de startup é diferente do processo de incubação. 

Em geral, as incubadoras trabalham com empresas pequenas e de nichos específicos. Já as aceleradoras recebem startups de todas as áreas, com produtos escaláveis. 

Aceleradoras são gerenciadas por empreendedores e investidores com vasta experiência no mercado. As incubadoras são administradas por executivos bem relacionados com o poder público, universidades e empresas da área. 

Mas isso não impede que uma aceleradora utilize métodos da incubadora e vice-versa.

Seja sócio das empresas do futuro com a beegin.

Como investir em startups

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.