Analista de investimentos: saiba o que faz e como se tornar um

Analista de investimentos

O mercado financeiro é repleto de ativos para quem se interessa por investimentos. E como você faz para escolher os melhores? Uma das opções é recorrer ao analista de investimentos. 

Esse profissional desempenha um papel essencial para quem quer investir com boas informações e não tem muito tempo para fazer a pesquisa por conta própria. 

Afinal, há um leque de opções em renda fixa, renda variável, investimentos alternativos e muitos outros. 

Com o aumento do interesse da população brasileira pela educação financeira, esse é um assunto que chama mais atenção e faz com que o mercado fique aquecido. 

Vamos entender o que faz um analista de investimentos e como se tornar um.

O que faz um analista de investimentos

O analista de investimentos é responsável por estudar o mercado, analisar empresas, produtos financeiros e entender tendências para fazer as melhores recomendações de ativos a seus clientes. 

A partir de gráficos, notícias, boletins econômicos e demais informações, o analista avalia o cenário político e econômico para orientar seus clientes.

Seu objetivo é encontrar boas oportunidades, seja de curto, médio ou longo prazo e orientar sobre a compra, venda ou manutenção de um ativo. 

É um profissional que precisa se manter atualizado constantemente para ficar por dentro das novidades do mercado e garantir que seus clientes também estejam bem informados. 

Analista técnico x analista fundamentalista

O analista de investimentos pode ser técnico ou fundamentalista. É importante entender essa diferença para saber qual escolher. 

  • Analista técnico: faz análise a partir de gráficos, enxerga tendências e busca a melhor recomendação para seus clientes com foco no curto prazo. 
  • Analista fundamentalista: recomenda investimentos a partir da análise estrutural de uma empresa, passando por balanço econômico, governança corporativa, faturamento, entre outros. Seu foco é mais no médio e longo prazo. 

Como se tornar um analista de investimentos

Para trabalhar como analista de investimentos e recomendar a compra ou venda de ativos, é preciso tirar uma certificação específica para o serviço que será oferecido. 

Se quiser trabalhar como analista fundamentalista, a certificação é a CNPI (Certificado Nacional do Profissional de Investimento).

Já para trabalhar como analista técnico, é necessário tirar a certificação CNPI-T (Certificado Nacional do Profissional de Investimento Técnico). 

Ainda existe a possibilidade de tirar uma certificação para trabalhar nas duas áreas, que é a CNPI-P (Certificado Nacional do Profissional de Investimento Pleno). 

Essas certificações são oferecidas pela Apimec, com provas realizadas nos Centros de Testes da FGV, em todo o território nacional.   

A remuneração nessa área varia de R$ 4 mil para o analista júnior até R$ 25 mil no caso de um analista sênior. Quanto mais conhecimento, maior o salário desse profissional. 

E se você já é um analista de investimentos ou está se preparando para se tornar um, veja como diversificar suas recomendações de investimentos com as rodadas abertas na beegin.

Perguntas Frequentes

O que faz um analista de investimentos?

O analista de investimentos é responsável por estudar o mercado, analisar empresas, produtos financeiros e entender tendências para fazer as melhores recomendações de ativos a seus clientes. 

Quanto ganha um analista de investimentos?

A remuneração nessa área varia de R$ 4 mil para o analista júnior até R$ 25 mil no caso de um analista sênior. Quanto mais conhecimento, maior o salário desse profissional. 

O que é preciso para se tornar um analista financeiro?

Para trabalhar como analista de investimentos e recomendar a compra ou venda de ativos, é preciso tirar uma certificação específica para o serviço que será oferecido, a CNPI

Como investir em startups

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.