Bitcoin: conheça a história dessa criptomoeda

O bitcoin é a primeira e mais popular criptomoeda desenvolvida no mundo todo. Mas por que desperta tanta atenção e como abriu caminho para novas opções de moedas digitais? 

Vista por alguns como um investimento de alto risco e por outros como uma aposta promissora para o longo prazo, o bitcoin ganhou espaço entre os investidores depois de ter se valorizado mais de 1.000% em 2017. 

Isso atraiu muitas pessoas interessadas em conhecer a criptomoeda e entender como funciona esse tipo de investimento alternativo e como funciona, na prática, a blockchain e toda a tecnologia envolvida por trás desse novo ativo. 

O que é bitcoin

O bitcoin é uma ativo virtual e descentralizado, ou seja, sem bancos ou governos como intermediários para negociá-la, e que foi pensada para se tornar um meio de pagamento, ou seja, uma moeda. Ela não existe em formato físico, sendo negociado apenas digitalmente. 

Ao contrário do dinheiro em espécie, que pode ser impresso pelos governos dependendo da sua política monetária, o bitcoin é uma moeda limitada, já que a tecnologia atual permite que sejam emitidos, no máximo, 21 milhões de bitcoins. 

A criptomoeda é operada em uma tecnologia chamada blockchain (corrente de blocos), que é descentralizada e registra todas as operações realizadas de forma pública. 

Qual o objetivo do bitcoin? 

O objetivo do bitcoin é funcionar como um meio de pagamento descentralizado, sem instituições financeiras intermediando a operação. Para a comunidade de desenvolvedores que se formou em torno do bitcoin, Isso tornaria as operações mais rápidas, baratas, podendo ser feitas em qualquer país. 

Depois de sua alta valorização, a criptomoeda acabou sendo vista como um tipo de investimento, também usado como reserva de valor, já que não é afetada pela inflação. 

Pensando em composição de carteira, é preciso entender bem sobre o ativo, estudá-lo e separar capital que atenda suas necessidades como investidor. A exposição ao bitcoin deve ser feita de forma consciente, já que tem alta volatilidade e pode assustar o investidor iniciante. 

Agora que entendeu mais sobre o bitcoin, fique por dentro de conteúdos relevantes sobre o mercado de investimento. Acompanhe as principais redes sociais da beegin: Instagram, Linkedin e Youtube

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.