BRMalls: Conselho aprova plano de retenção de até R$ 50 mi na fusão

beegin -invista em startups

A BRMalls informou nesta segunda-feira, 6, que seu conselho de administração, eleito em 29 de abril, deliberou nesta segunda-feira, por maioria, o plano de retenção de até R$ 50 milhões no âmbito da fusão com a Aliansce Sonae.

Como mostrou o sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, em 13 de maio, a medida foi revelada pelo presidente da BRMalls, Ruy Kameyama, após ser questionado em teleconferência com investidores e analistas sobre a política de retenção de talentos enquanto a proposta de combinação de negócios com a Aliansce não é concluída. Segundo a BRMalls, o plano de retenção é destinado a colaboradores e administradores da companhia, sendo o montante máximo destinado aos diretores estatutários de R$ 15 milhões.

Por seus papeis na fusão, os acionistas da BRMalls vão receber um total de 326.339.911 ações ordinarias de emissão da Aliansce Sonae. Numero que representa 55,13% do capital social da empresa.

Cada vez mais pressionados pela ascensão do e-commerce, os shopping centers vêm passando por uma transformação. A intenção é de que os conglomerados de lojas sejam capazes de trazer mais benefícios aos lojistas além do que é de fato vendido no estabelecimento.

A fusão cria um gigante no mercado brasileiro sem qualquer paralelo, e deve exigir que as concorrentes se movimentem.

Seja sócio das empresas do futuro com a beegin.

Como investir em startups

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.