Conheça os critérios ESG para investir com responsabilidade ambiental

Homem de social equilibrando peça de madeira escrita ESG
beegin -invista em startups

Para aumentar as oportunidades de sucesso, as empresas estão priorizando iniciativas que reforcem o compromisso e responsabilidade socioambiental.

Trata-se de uma alternativa para causar impacto positivo na sociedade, por isso, os critérios ESG são imprescindíveis.

Nesse contexto, durante a avaliação de uma empresa, é importante que os investidores considerem os critérios ESG — afinal, é um ponto crucial para a relação da organização  com o público-alvo e influencia, inclusive, no potencial de crescimento.

O que é ESG?

A sigla ESG significa Environmental, Social and Governamental, expressão que pode ser traduzida como Ambiental, Social e Governança. É um conjunto de boas práticas e ações adotadas por uma empresa, que visa valorizar questões socioambientais e de governança.

Em outras palavras, são padrões que demonstram que uma empresa atua de forma consciente, reduzindo os impactos ambientais e sociais. É uma estratégia relevante para os resultados e considerada na realização de investimentos.

O termo ESG surgiu em 2005 no Who Cares Wins, relatório obtido por iniciativa da ONU. Com a participação de 20 instituições financeiras de nove países, incluindo o Brasil, foram definidas diretrizes para incluir questões ambientais, sociais e de governança no mercado financeiro.

Quais são os princípios do ESG?

Os critérios ESG são baseados em três pilares: meio ambiente, sociedade e governança. Assim, a empresa deve implementar boas práticas relacionadas a cada princípio de forma abrangente e bem planejada para ser caracterizada como um Investimento Socialmente Responsável (ISR).

Meio ambiente

O princípio ambiental são as boas práticas da empresa voltadas à preservação do meio ambiente e recursos naturais. Ou seja, consiste nas ações desenvolvidas com foco na redução dos impactos ambientais.

Alguns exemplos dessas práticas são:

  • logística reversa;
  • regularidade legal;
  • gestão de resíduos;
  • reaproveitamento de água;
  • uso de energias renováveis;
  • ações para a sustentabilidade;
  • redução de emissões atmosféricas;
  • certificação em normas ambientais;
  • uso consciente dos recursos naturais.

Social

O princípio social está relacionado às práticas que a empresa desenvolve direcionadas para questões sociais. Em vista disso, é a forma que o negócio se relaciona com os funcionários, sociedade, investidores e público-alvo.

Algumas ações desse princípio são:

  • inclusão;
  • direitos humanos;
  • políticas de trabalho;
  • diversidade da equipe;
  • relação com funcionários;
  • relacionamento com a comunidade.

Governança

O Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) define governança como “o sistema pelo qual as empresas e demais organizações são dirigidas, monitoradas e incentivadas, envolvendo os relacionamentos entre sócios, conselho de administração, diretoria, órgãos de fiscalização e controle e demais partes interessadas”. Ou seja, esse pilar trata das regras e processos para alinhamento de interesses entre os acionistas e a gestão da empresa, além de outros stakeholders, ou partes interessadas. 

Assim, os princípios de governança corporativa são:

  • equidade;
  • transparência;
  • prestação de contas;
  • responsabilidade corporativa.

Vantagens de investir em ESG

Os investimentos em negócios socialmente responsáveis proporcionam vantagens importantes às partes. São empresas com boa imagem e relações positivas, fator indispensável para o crescimento e sucesso do negócio.

Rentabilidade a longo prazo

As empresas que se enquadram nos critérios ESG têm bom potencial de crescimento e são conceituadas no mercado, uma vez que não adotam práticas que podem ser predatórias sobre seu próprio mercado ou cadeia de valor. Com isso, é uma oportunidade para ter rentabilidade satisfatória a longo prazo, gerando retornos compatíveis com as expectativas.

Desenvolvimento sustentável

O desenvolvimento sustentável se tornou uma necessidade aos negócios e faz a diferença nos resultados.

Empresas que contam com os critérios ESG demonstram empatia e comprometimento com gerações futuras. Diante disso, investir nesses negócios é uma ótima alternativa para estimular a sustentabilidade no mercado, de forma que conscientize exponencialmente marcas e consumidores.

Retorno do investimento

Por fim, os negócios ESG proporcionam bom retorno do investimento, visto que atuam de forma regularizada e consciente. As empresas têm relação positiva com a sociedade, clientes, meio ambiente e partes interessadas, fator que contribui para elevar os resultados e a competitividade.

De acordo com uma pesquisa do Capterra, 7 a cada 10 brasileiros dizem que ações sustentáveis influenciam suas escolhas de produtos ou fornecedores.

Como pôde notar, os critérios ESG são pontos essenciais sobre uma empresa e fazem diferença no desempenho do negócio. Simboliza mais que uma tendência de mercado, mas uma necessidade para o sucesso e favorecimento da rentabilidade.

Aproveite para ler o artigo sobre negócios de impacto: o que são e 5 motivos para aplicar nessa modalidade!

Como investir em startups

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.