Você sabe como avaliar empresas de capital fechado? Entenda

Homem em frente ao notebook, segurando papel
beegin -invista em startups

O mercado financeiro é dinâmico e oferece diversidade de negócios para aplicar capital e buscar a rentabilidade, independentemente do perfil do investidor. Nesse contexto, as empresas de capital fechado, que estão fora da bolsa, são opções interessantes e devem ser consideradas.

Estes negócios podem apresentar crescimento significativo e, por isso, podem ser boas oportunidades aos investidores. Por isso, é imprescindível saber como avaliar essas organizações de modo a alcançar objetivos de investimento.

O que é uma empresa de capital fechado?

Uma empresa de capital fechado é, em suma, uma sociedade empresarial que não tem suas ações negociadas em mercado público, como a bolsa de valores.

Por conta disso, ela não está registrada como companhia aberta na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Por isso, não pode captar recursos por meio da venda de suas ações na bolsa de valores..

Qual é a diferença entre empresas de capital fechado e aberto?

As empresas de capital fechado não passaram por um IPO — Initial Public Offering, ou oferta pública inicial —, processo em que a empresa disponibiliza suas ações na bolsa de valores pela primeira vez e se torna de capital aberto, permitindo a compra de ações por qualquer investidor.

Já uma empresa de capital aberto disponibiliza suas ações na bolsa de valores e captam recursos de forma pública, como é o caso da Petrobras. Com isso, é preciso seguir uma série de práticas de governança e exigências regulatórias, ter uma contabilidade definida pelos acionistas e apresentar o balanço patrimonial publicamente.

Em contrapartida, nas empresas de capital fechado a contabilidade é privada e não está disponível para consulta de quaisquer investidores. Quando esses negócios captam recursos por meio de debêntures, financiamentos ou empréstimos, os dados financeiros da empresa podem ser disponibilizados aos investidores que estão negociando o aporte..

Quais são as formas de avaliar uma empresa de capital fechado?

A avaliação prévia de uma empresa é essencial para entender a situação do negócio e ter dados sólidos na tomada de decisões. Em outras palavras, é um estudo necessário de modo a direcionar o planejamento e identificar empresas que sejam promissoras, antes de realizar um investimento.

Para fazer uma análise assertiva, é preciso ter acesso a informações sobre a empresa, especialmente em relação à contabilidade, e ao mercado. Por isso, é um tipo de investimento que requer atenção e o uso de intermediadores, como uma plataforma de investimentos alternativos.

Ainda, existem pilares que devem ser analisados em uma empresa de capital fechado, antes de realizar um aporte de capital. São eles: renda, mercado e ativos.

Resultados financeiros

Os resultados financeiros de uma empresa são um assunto importante para os investimentos. Por isso, é preciso avaliar como está o fluxo de caixa e toda a situação financeira da empresa. A organização contábil e do caixa é essencial para identificar se o negócio tem gestão bem conduzida e livre de transtornos.

Mercado

A análise do valor de mercado da empresa é fator importante para os investidores, e demonstra se o negócio tem potencial de crescimento. Sendo assim, avaliar os principais métodos de valuation, que estima o valor de uma empresa, é indispensável no direcionamento dos investimentos.

Alguns indicadores são ideais para ter uma visão apurada sobre como está o valor de mercado múltiplo ou cotação. Portanto, é essencial ter acesso à administração da empresa de modo a analisar os dados gerenciais e entender como está o valor real do negócio.

Potencial de saída

Quando se fala em empresas de capital fechado, é preciso considerar o valor que ela pode ter em uma eventual saída. É um ponto que merece atenção, pois é na saída que o investidor pode obter o retorno de seu capital aportado.

Há vários caminhos possíveis para saída de um investimento. Os principais são:

  • realização de um IPO em mercado organizado;
  • fusão ou aquisição por outra empresa;
  • oferta secundária da participação em uma nova rodada de investimento.

Quais são as vantagens das empresas de capital fechado?

As empresas de capital fechado são interessantes para os investidores, pois, muitas são escaláveis e apresentam potencial de crescimento. Sobretudo, é possível encontrar desde organizações em estágios avançados de maturidade, até negócios inovadores que estão em fases iniciais.

Nesse sentido, são organizações que podem oferecer certas vantagens a quem deseja investir e ter possibilidades reais de retorno a médio e longo prazo. Por esse motivo, é importante considerar essa vertente para otimizar as chances de rentabilidade.

Com ativos em empresas de capital fechado na carteira de investimentos, é possível obter benefícios além da possibilidade de crescimento:

Possibilidade de crescimento rápido

Inúmeras empresas de capital fechado, principalmente as que estão em fases iniciais da maturidade, têm boas possibilidades de crescimento. Algumas, inclusive, exploram mercados aquecidos, como tecnologia e imobiliário, que se mantêm em bons níveis mesmo em períodos de instabilidade.

Maior flexibilidade

Assim como o investimento em ações na bolsa de valores, a aplicação em empresas de capital fechado oferecem flexibilidade e diversidade.

Além disso, não existem muitas formalidades para os acionistas cederem as ações conforme o planejamento pessoal.

Como pôde notar, saber como avaliar as empresas de capital fechado é essencial para diversificar a carteira e ter acesso a boas oportunidades. Portanto, não deixe de considerar essa vertente no seu planejamento de investimentos e, assim, elevar as chances de ampliar o patrimônio.

Agora que você já viu informações importantes sobre as empresas de capital fechado, compartilhe o conteúdo nas suas redes sociais. Ajude seus amigos e contatos a ficarem por dentro desse assunto importante!

Como investir em startups

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.