Empresas de capital aberto: o que são elas?

Empresas de capital aberto

As empresas de capital aberto são aquelas que têm suas ações negociadas em bolsa, podendo ser compradas por qualquer tipo de investidor. Isso faz com que elas tenham inúmeros sócios e consigam captar recursos para investir no negócio. 

Abrir o capital é um dos principais objetivos de muitas empresas que estão começando. Isso porque pode ser um marco importante de que o empreendimento deu resultado e chamou a atenção do mercado. 

Para investidores de empresas em estágios mais iniciais, como é o caso do venture capital e private equity, esse pode ser o momento de exit, ou seja, de recuperação do investimento feito. 

O que são empresas de capital aberto? 

Como o próprio nome diz, empresas de capital aberto são aquelas que passam a oferecer as suas ações para negociação na bolsa de valores. Com isso, todo investidor pode comprar uma parte da empresa e se tornar um acionista. 

Para que isso aconteça, é preciso organizar uma Oferta Pública Inicial, o tão popular IPO. Nesse processo, a empresa define que irá abrir o seu capital e começar a negociar suas ações na bolsa de valores. 

É um momento importante na história da empresa, que precisará passar por um processo de organização das informações, auditorias e revisões de números para garantir que está tudo certo e ter as informações necessárias para fazer a precificação adequada das suas ações. 

Acionistas que decidem comprar papéis dessas empresas passam a ser sócios e têm direito a participar dos lucros, como também responder por dívidas. Tudo isso também depende da quantidade de ações que o investidor tem. 

Diferença entre empresas de capital aberto e capital fechado

As empresas de capital fechado também podem ser sociedades anônimas e ter suas ações negociadas, mas não na bolsa de valores. Isso é feito de forma mais restritiva. Normalmente, os acionistas de empresas de capital fechado são seus fundadores, parentes, investidores institucionais, family offices ou até mesmo fundos de investimento que apostam nas companhias. 

Como vimos anteriormente, as empresas de capital aberto estão com seus papéis negociados na bolsa de valores, podendo ser comprados por qualquer investidor com uma conta aberta em uma instituição que opere ações. 

Vantagens de ter o capital aberto

Empresas que passam pelo processo de abertura de capital acabam chamando a atenção do mercado porque passam por inúmeras etapas de auditoria e rigoroso controle. Isso ajuda a minimizar os riscos e melhora a reputação da companhia. 

Elas também conseguem captar mais recursos para investir em novos produtos, realizar expansão de infraestrutura e mão de obra e até mesmo modernização de maquinário.  

Além disso, também estabelecem um processo organização de governança corporativa, melhorando todos os processos internos. Isso tudo ajuda a acelerar o crescimento da empresa e a sua consolidação no mercado. 

Claro que não é garantia de que não haverá fraude ou algum outro tipo de problema comum no meio empresarial. Mas isso ajuda a minimizar esses riscos e se tornar um investimento menos arriscado para os acionistas.

É importante ressaltar a importância do investidor conhecer seu perfil e entender que comprar ações é entrar no mercado de renda variável, conhecido pela sua volatilidade e incertezas. Portanto, é preciso se preparar antes de decidir entrar. 

E se você quer investir em empresas antes de elas abrirem o seu capital, confira as oportunidades de investimento disponíveis na beegin.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.