Escalabilidade: qual sua importância ao avaliar um negócio

Escalabilidade
beegin -invista em startups

Novas empresas surgem a todo momento, mas quantas delas estão preparadas para alcançar a escalabilidade do negócio e expandir seu faturamento e lucro? Esse é um desafio que ganha cada vez mais atenção, especialmente entre startups

O conceito de escalabilidade ganha cada vez mais espaço no mercado, especialmente depois da expansão das operações digitais. Isso porque é mais fácil conseguir escalar a operação se a empresa concentra suas ações em saídas digitais. 

Entender a importância desse conceito pode ser importante na hora de criar um novo negócio e pensar em como atrair rodadas de investimento que irão ajudar na hora de alcançar mais clientes, mesmo mantendo um custo mais em conta. 

O que é escalabilidade? 

A escalabilidade é a capacidade que uma empresa tem de expandir sua produção e entrega para os clientes em ritmo bem mais acelerado que o crescimento nos custos da operação. Isso faz com que exista um grande potencial de retorno com o crescimento do negócio. 

A partir dessa noção do potencial de escalabilidade do negócio que investidores anjo e fundos de private equity e venture capital vão se basear para entender onde aportar investimentos pensando em expansão. 

Para que esse processo seja possível, a empresa precisa estar adaptada para conseguir absorver a nova demanda, sem perder a qualidade na entrega. Por isso, é importante que a operação seja otimizada, bem documentada e com a utilização de ferramentas adequadas para tornar o passo a passo do crescimento seguro. 

As startups normalmente saem do papel já com esse processo de escalabilidade em mente, já que muitas vezes são criadas para resolver algum problema do usuário por meio de uma solução digital. 

Quais os tipos de escalabilidade?

Nesse processo de expansão das operações, as empresas podem optar por seguir caminhos distintos e buscar diferentes tipos de escalabilidade. 

  • Escalabilidade horizontal: nesse tipo, as empresas têm por objetivo se tornarem referência absoluta dentro do seu próprio segmento. Sendo assim, a ideia é oferecer produtos que atendam as demandas de seus clientes em diversas frentes desse segmento. 
  • Escalabilidade vertical: já na escalabilidade vertical, o foco é atender um nicho específico de segmento e oferecer todas as soluções para esse nicho específico. 

O que é um projeto escalável? 

Para que o projeto possa ser escalável, é preciso atender a alguns pontos que são essenciais para que esse processo funcione sem prejudicar a geração de caixa e também a estrutura da empresa. 

A empresa que está pronta para escalar tem processos organizados, ou seja, documenta tudo o que é feito para que a informação possa ser compartilhada de forma mais fácil. Isso evita que o conhecimento fique concentrado em uma única pessoa. 

Além disso, é um projeto criado desde a sua concepção para ser escalável. Ou seja, ele é feito dentro de uma estrutura que permite a sua expansão. Negócios como supermercados, açougues ou lojas de roupas não atendem essa necessidade, já que teriam custos elevados para expandir a operação. 

Dois pontos importantes de empresas prontas para serem escaláveis é a utilização das soluções em nuvem, podendo ser acessadas de qualquer lugar. Além disso, baixa dependência de um espaço físico, como escritórios, por exemplo. 

Exemplos de negócios escaláveis

Alguns exemplos bastante populares de negócios escaláveis são o Airbnb, Uber e iFood. Em cada um deles, é possível ter cada vez mais oferta de serviço e cada vez mais clientes sem que haja a necessidade de expansão de espaços físicos ou infraestrutura, por exemplo. 

O Airbnb pode ter cada vez mais casas sendo ofertadas em sua plataforma e atender cada vez mais clientes sem precisar de novos integrantes no time. O mesmo vale para a Uber, que recebe novos motoristas todos os dias e pode atender cada vez mais passageiros. 

Por fim, o iFood e seu marketplace de restaurantes, mercados, farmácias etc. Para que novas empresas cheguem e o atendimento a clientes aumente, a operação praticamente se mantém a mesma. 

É olhando para esse tipo de negócio que plataformas de investimentos alternativos têm cada vez mais captado investidores para financiar novas soluções. 

Agora que entendeu mais sobre escalabilidade, veja as oportunidades de investimento em negócios escaláveis disponíveis na beegin.

Como investir em startups

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.