Freemium: como ganhar dinheiro com produtos grátis

freemium
beegin -invista em startups

Na era dos aplicativos de celular e serviços online, um novo modelo de negócio ganhou espaço. O freemium, usado muito por diferentes startups, como as que oferecem Software As a Service (Saas), ou software de serviço em português, tem ganhado espaço. 

O conceito desse serviço é oferecer funcionalidades gratuitas para que o usuário possa conhecê-lo e usá-lo sem pagar nada antes de decidir pela compra ou assinatura. Mas por que oferecer o serviço gratuitamente? Iremos explicar mais adiante. 

É importante ressaltar que há uma escolha estratégica por trás dessa decisão. Ao oferecer parte das funcionalidades de forma gratuita, ela acaba ganhando de outras formas que podem ser importantes no longo prazo. 

O que é freemium?

O modelo de negócio freemium junta duas palavras, free e premium, para criar um conceito que tem ganhado espaço entre empresas de software ou aplicativos. É um serviço que conta com funcionalidades free ou gratuito e também pacotes premium ou exclusivos. 

Ou seja, o usuário tem acesso a algumas funcionalidades de um serviço premium, mas não paga nada por isso. Não paga de forma direta, com dinheiro, mas fornece algo bastante importante na era digital: dados pessoais, como o e-mail, por exemplo. 

A partir dessa informação, que ajuda a expandir o banco de dados da empresa, dá-se início a uma comunicação para ofertar o serviço premium, com mais funcionalidades que agregem valor á experiência do usuário, por um preço que ele aceite pagar. 

O objetivo de oferecer parte do serviço de forma gratuita é garantir que o usuário possa testar as funcionalidades, se interessar e, a partir daí, decidir comprar ou assinar o software ou aplicativo para utilizá-lo de forma plena. 

Como funciona o modelo freemium? 

O usuário que decide usar o serviço freemium faz um cadastro no site ou aplicativo, e fornece informações como o e-mail, que será usado para comunicação direta entre a empresa e o usuário. 

É possível seguir usando a versão gratuita enquanto ela estiver disponível, não há limite de tempo. Não há a obrigatoriedade de assinar o serviço. Mas esse é o objetivo final da empresa, que irá oferecer funcionalidades extras, que geram ainda mais valor para o usuário e que não estão disponíveis na versão gratuita. 

Caso decida assinar o serviço, é preciso pagar pela licença ou fazer uma assinatura. Normalmente, esse tipo de serviço é cobrado de forma recorrente, como acontece com o Spotify, que é uma das referências do modelo de negócio freemium. 

Para os empreendedores, o desafio é modelar o negócio de modo que a receita gerada pela oferta premium cubra os custos da operação das funcionalidades free e ainda gere retorno aos acionistas. Isto significa que, por um lado, o pacote grátis não pode ser básico a ponto de afastar o cliente potencial, nem completo a ponto de não tornar a oferta premium interessante.

Vantagens do modelo freemium

A estratégia de usar o modelo freemium visa expandir o alcance da marca e atrair novos clientes para a empresa oferecendo uma amostra do que o serviço pode oferecer. Entre as principais vantagens, estão:

  • Banco de dados: na era da informação, atrair leads e conseguir o contato para estabelecer uma comunicação é essencial. O serviço gratuito ajuda a acelerar a criação de um banco de dados robusto.  
  • Aumento no valor de marca: a marca passa a ser mais conhecida, já que será compartilhada entre os usuários da versão gratuita. Isso irá aumentar a sua exposição a novos potenciais clientes, aumentando as chances de se tornar uma scale-up
  • Alcance da marca: a opção de uma versão gratuita pode acelerar a entrada de um novo serviço no mercado, normalmente muito competitivo. 

Novas empresas precisam analisar se faz sentido para o negócio oferecer essa opção gratuita e se há funcionalidades interessantes a serem disponibilizadas sem cobrança. Essa validação pode acontecer durante a implementação do MVP ou produto mínimo viável. 

Para o investidor, encontrar modelos de negócio validados pelo mercado é sempre uma oportunidade de melhorar a relação risco retorno da carteira. Por isso, não deixe de conferir as empresas que estão captando investimento na beegin.

Como investir em startups

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.