Fundo Verde: como funciona esse investimento

Fundo Verde

Nos últimos anos o mercado de capitais começou a ficar mais atento aos resultados obtidos pelo Fundo Verde, um dos fundos de investimento multimercado mais conhecidos do país. 

Pode não ser tão conhecido entre o grande público, mas suas cotas são disputadas quando são abertas para investimento. Por ser um fundo multimercado, permite ao investidor se expor a classes de ativos diferentes. 

Mas como funciona o Fundo Verde e como ele conseguiu essa rentabilidade ao longo dos anos? É importante conhecer a sua história e a de seu fundador para entender se faz sentido incluir esse investimento no seu portfólio

O que é Fundo Verde? 

O Fundo Verde é um fundo de investimento multimercado criado pelo economista Luis Stuhlberger, em 1997. Ele normalmente abrange a bolsa de valores nacional e também o mercado internacional. Seu portfólio de ativos costuma trabalhar com ações, títulos de renda fixa, derivativos e moedas. 

Ao longo dos anos, o fundo ganhou popularidade por superar índices importantes como o Ibovespa e o CDI (Certificado de Depósito Interbancário). Desde que foi fundado, teve rentabilidade negativa apenas em 2008, ano da crise americana do subprime que atingiu as bolsas do mundo todo e em 2021, segundo ano da pandemia do Coronavírus. 

Em 2008, o fundo teve queda de – 6,44% e no ano passado essa redução foi de 1,11%. Fora esses dois anos, o fundo de investimento sempre apresentou resultados positivos e, por isso, chamou tanta atenção de investidores que olham para o longo prazo e buscam diversificar sua carteira

Quem faz a gestão do fundo?

Além da gestão realizada pelo fundador do fundo, Luis Stuhlberger, a Verde Asset Management também toma conta dos investimentos feitos por ele. A empresa foi fundada em 2015, após a união de diversos profissionais que participaram da evolução do fundo. 

Luis ingressou no mundo dos investimentos na década de 1980 e chamou atenção do mercado pela sua forma de investir e também pelos resultados obtidos. Por isso, decidiu criar o fundo em 1997, com o objetivo de buscar rentabilidades atraentes para seus clientes. 

Atualmente, o fundo tem sob sua responsabilidade aproximadamente R$ 52 bilhões em ativos. Eles estão alocados em diferentes níveis de riscos e estratégias. 

Qual a estratégia do Fundo Verde?

De acordo com Luis Stuhlberger, é preciso ter cautela e disciplina. Uma de suas recomendações é arriscar pouco e fazer negócios quando realmente perceber que há uma boa oportunidade à frente. 

A ideia é buscar opções que apresentem alto potencial de retorno e baixo risco. Além disso, ele também é conhecido por ir contra o senso comum na hora de investir. Para ele, seguir a multidão pode levar a erros, por isso, busca reduzir os riscos e aumentar os ganhos seguindo caminho contrário dos investidores em geral.  

Assim como o Fundo Verde, você também pode diversificar os ativos da sua carteira. Confira as empresas que estão captando recursos na beegin para expandir suas operações e diversificar seus investimentos. 

Como investir em startups

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.