Gestão de riscos: como ela ajuda o negócio?

Gestão de riscos
beegin -invista em startups

No mundo empresarial, o tema gestão de riscos é bastante popular e ganhou ainda mais espaço nos últimos anos. Mas, e no mercado financeiro, como fazer para mitigar os riscos que fazem parte dos investimentos disponíveis no mercado? 

Entender o que é gestão de risco e como fazê-la de maneira eficiente pode ser a diferença entre ter uma carteira que gere boas rentabilidades e certo nível de segurança e perder dinheiro de forma constante por não ter se planejado de forma correta. 

No final das contas, tanto as empresas quanto os investidores querem identificar formas de se prevenir de possíveis perdas financeiras e também de não perceberem oportunidades interessantes cruzando seus caminhos. 

O que é gestão de riscos? 

A gestão de riscos é uma série de ações que são tomadas com o objetivo de gerenciar e controlar as possíveis ameaças que podem se apresentar para uma empresa. Isso serve tanto para riscos externos quanto internos. 

O planejamento e prevenção em relação a esses riscos normalmente é feito por uma equipe especializada dentro da empresa, que trabalha focada em identificar essas ameaças e criar planos para se proteger. 

No caso de empresas menores, em estágio inicial, como as startups, esse tipo de cuidado é feito normalmente pelos fundadores da empresa, responsáveis por cuidar de quase todas as partes da companhia. 

Se preparar para os possíveis riscos envolve desenhar cenários diversos e tentar identificar o maior número possível de ameaças que podem acabar chegando até a empresa. 

No mundo dos investimentos, a ideia central é a mesma. Mapear, de acordo com o seu perfil de investidor, quais seriam os possíveis riscos de investir em renda fixa, variável, alternativos e entender como é possível diversificar a carteira para proteger o seu patrimônio. 

Etapas da gestão de risco

O processo de gestão de riscos segue alguns passos básicos que foram estabelecidos pela ISO 31.000. É importante conhecer cada um desses passos para seguir corretamente as orientações do órgão. 

Estabelecer o contexto

Nesse momento é feita uma listagem e um breve resumo dos objetivos organizacionais. Os riscos analisados são diretamente ligados aos objetivos traçados e as chances deles não se realizarem. 

Também é preciso estabelecer parâmetros para acompanhar a gestão de riscos que está sendo feita. É a partir dessas informações que será possível identificar os possíveis progressos. 

Identificação dos riscos

Nessa fase, são identificados todos os possíveis riscos que podem impedir que os objetivos traçados pela empresa sejam alcançados. 

Essa lista é feita, identificando todos os possíveis riscos. Em seguida, é preciso incrementar a informação e acrescentar possíveis causas e consequências para cada um desses riscos. 

Análise de risco

Na análise de risco, é feito um cálculo do nível de risco para identificar quais são os mais graves, que precisam ser tratados com mais urgência e os que podem ficar para depois na fila de prioridade. 

Avaliação de risco

Depois que os riscos foram analisados, é hora de pensar nas medidas que serão tomadas para controlar os riscos. É isso que é feito na avaliação, ou seja, são mapeadas as ações para tratar cada um deles. 

Um processo comum no tratamento de possíveis riscos é classificá-los como risco a ser aceito, risco a ser mitigado, risco a ser transferido e risco a ser evitado. 

Tratamento de risco

Fase de detalhamento de todo o processo, deixando claro como cada opção de tratamento será implementada. Em detalhes, é preciso informar a forma, prazo e responsáveis por cada ação. 

Monitoramento e análise crítica

Toda ação feita para a gestão de riscos precisa ser monitorada e analisada para entender se está surtindo efeito. Essa ação é feita nessa fase de monitoramento e análise crítica. 

A gestão de risco é importante para avaliar o potencial de empresas e também de investimentos. Conheça as empresas que estão captando recursos para expandir suas operações e diversificar seus investimentos.

Como investir em startups

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.