3 investimentos alternativos promissores que são opções à bolsa de valores

Investidores analisando gráficos
beegin -invista em startups

Diversificar é fundamental para otimizar a relação entre risco e retorno de uma carteira. Por isso, é importante combinar ativos listados em bolsa com investimentos alternativos, combinando diferentes exposições à volatilidade.

Bons projetos da economia real podem entregar retornos potenciais mais elevados. O investidor coloca seu capital em negócios que apresentam fundamentos sólidos e estão bem posicionados ao crescimento em áreas relevantes.

Esses investimentos alternativos promissores podem ser realizados por plataformas de crowdfunding autorizadas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), como a beegin. Escolher a melhor plataforma é peça chave para uma experiência de investimento bem sucedida.

Cenário econômico atual

Atualmente, o cenário econômico brasileiro e internacional atravessa desafios. A inflação está acelerando e, em 2021, o IPCA chegou a 10,06%.

Para controlar essa alta dos preços, uma das principais medidas monetárias é a elevação da taxa básica de juros. Por isso, em fevereiro de 2022, a Selic alcançou 10,75%. Outro número importante é a taxa de câmbio, tem apresentado forte volatilidade. Depois de apresentar alta de cerca de 9% em 2021, fechando em R$ 5,66 no dia 23 de dezembro, ela chegou a ficar abaixo de R$ 5,00 em 9 de março, patamar que não atingia desde 30 de julho de 2021.

Os impactos concretos desse cenário nos investimentos são, em sua maioria, preocupantes. Por exemplo, uma inflação elevada pode corroer parte relevante da rentabilidade de um ativo, diminuindo consideravelmente os ganhos reais ou até mesmo levando a perdas reais.

Investimentos alternativos promissores

Apesar do cenário desafiador de curto e, possivelmente, médio prazo, existem ainda boas oportunidades que podem ser aproveitadas pelos investidores fora da bolsa de valores. Para quem busca investimentos alternativos promissores, há três formatos que merecem destaque.

Investimento em participação de empresas

O primeiro formato de investimento alternativo é o investimento em participação, ou Private Equity. Nesse caso, o investidor adquire parte do negócio em que está investindo e torna-se sócio do negócio.

Este investimento pode ser realizado por três caminhos diferentes:

  • negociando diretamente com os empreendedores uma participação na empresa;
  • adquirindo cotas de fundos de investimento em participações;
  • investindo em títulos conversíveis em participação por plataformas de equity crowdfunding.

O retorno ao sócio será na forma de distribuições de lucros ou no momento da saída, pelo ganho de capital com a venda de sua parte na empresa. Esse é um formato em que os resultados do investimento dependem completamente dos resultados do negócio.

Por isso, o risco desse investimento está associado à impossibilidade de garantir que o negócio terá sucesso.

Investimento imobiliário

O investimento imobiliário, ou crowdfunding imobiliário, consiste no aporte de capital para financiar projetos do setor. Nesse caso, o investidor adquire títulos vinculados a empreendimentos imobiliários.

É importante lembrar que neste tipo de operação não ocorre a emissão de títulos mediados por instituições financeiras, como é o caso das Letras de Crédito Imobiliário (LCIs).

Peer-to-peer lending

Peer-to-peer lending, ou P2P, é uma operação de crédito entre partes, realizado por meio de uma fintech denominada Sociedade de Empréstimo entre Pessoas (SEP), regulada pelo Banco Central. 

Quando uma empresa necessita de crédito, ela pode acessar as SEPs para se conectar com os investidores. Esses investidores, identificam projetos com um prospecto atrativo e fazem o empréstimo do seu capital.

Todos os termos são acertados entre as partes, tornando o investimento mais flexível. Ao mesmo tempo, por não haver intermediação nas transações, a percepção de risco é mais elevada. Para compensá-la, a rentabilidade prevista no P2P tende a ser maior que nos títulos de crédito convencionais.

Áreas de investimento em ascensão

A seleção de investimentos alternativos promissores passa pelo reconhecimento das áreas em ascensão. Alguns exemplos são as ed-techs e o agronegócio.

Ed-Techs

Ed-Techs são startups que desenvolvem soluções tecnológicas para educação. Com a expansão do ensino à distância, essa é uma área que está ganhando destaque.

Segundo reportado pela FEComércioSP, as ed-techs são o maior segmento de startups do país, representando 17,3% do total. Além disso, no ranking das 100 ed-techs mais inovadoras da América Latina, 33 são brasileiras.

Agronegócio

No Brasil, o agronegócio tem longo histórico como o setor mais representativo da economia nacional. Por isso, não é surpreendente o surgimento de empresas que visam desenvolver soluções para esse ramo. É o caso das startups de agro.

Segundo o ranking 100 Startups to Watch 2021, que reúne as 100 “empresas emergentes” mais atraentes, inovadoras e escaláveis do país, 9 destaques foram do ramo do agronegócio.

Além disso, uma pesquisa da Embrapa mostrou que o número de “agrotecnologias” cresceu 40% entre 2019 e 2020.

Como investir em plataformas de investimentos alternativos

Para entrar no universo dos investimentos alternativos promissores, a ferramenta mais importante é a plataforma de crowdfunding. É ela que oferece o canal de contato entre as empresas que precisam de capital e os investidores.

A escolha da melhor plataforma tem peso significativo no sucesso dessa empreitada. Em primeiro lugar, ela deve ter autorização da CVM.

Além disso, seus critérios para aprovar o cadastramento de projetos precisam ser claros e relevantes. Esses dois aspectos são indispensáveis para proteção dos investidores.

No entanto, as melhores plataformas vão além. Elas contam, por exemplo, com uma equipe de curadoria de investimentos, responsável por fazer uma análise fundamentalista dos projetos.

Assim, são pré-selecionados aqueles que oferecem melhor potencial de retorno. Esse é um dos diferenciais da beegin. A plataforma prioriza scale-ups, que já têm seu modelo de negócio testado, aprovado e estão na fase de crescimento.

Além disso, uma equipe de especialistas avalia os projetos para garantir que apenas as melhores oportunidades sejam apresentadas aos investidores.

Então aproveite e confira agora mesmo quais empresas estão captando investimento pela beegin.

Como investir em startups

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.