Itaúsa vende 7 milhões de ações da XP por R$ 665 mi

A Itaúsa informou que realizou uma nova venda de 7 milhões de ações da XP por cerca de R$ 665 milhões, o equivalente a 1,26% do capital da corretora. Após a operação, a holding ainda possui 57,470 milhões de ações da XP, o correspondente a 10,31% da participação na empresa e 3,68% do capital votante.

Segundo fato relevante, a venda decorre da decisão da companhia de reduzir sua participação na XP, por não se tratar de ativo estratégico, além da necessidade de caixa da holding para fazer frente ao investimento anunciado na CCR.

O movimento é tido como surpreendente — a Itaúsa deixou claro o seus investimento na empresa não era meramente estratégico.

O negócio beneficiará os resultados da Itaúsa do terceiro trimestre de 2022 em aproximadamente R$ 300 milhões, líquidos de impostos. A venda de ações segue o acordo de acionistas da XP divulgado em fevereiro de 2021.

Também é importante salientar que, por mais que a Itaúsa não veja a XP como um ativo estratégico em seu portfólio, ela também não abre mão: apesar da venda das 7 milhões de ações, a empresa afirma que seus direitos para indicar membros ao conselho de administração e ao comitê de auditoria da corretora permanecem.

Seja sócio das empresas do futuro com a beegin.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.