KYC: qual a sua importância para investimentos seguros

KYC
beegin -invista em startups

O mercado financeiro em geral lida com diversas informações delicadas, sigilosas e importantes. Por isso, o KYC (know your customer) ou conheça seu cliente, em tradução livre, é um dispositivo importante para investimentos alternativos e outras opções. 

Mas o que seria conhecer o seu cliente, na prática? É conhecer o perfil de seus clientes e potenciais clientes e entender se suas movimentações financeiras estão de acordo com a sua realidade e não levantam cenários suspeitos. 

Isso tudo é muito importante para empresas do setor financeiro e bancário, como fundos de investimento, fintechs, plataformas de investimento, bancos em geral, entre outros. O KYC é parte importante das ações para as instituições financeiras atenderem às regras de prevenção ao terrorismo e à lavagem de dinheiro.

Saiba tudo sobre o KYC neste artigo e fique por dentro desse importante assunto. 

O que é KYC

O Know Your Customer (KYC) ou conheça o seu cliente, é um conjunto de boas práticas realizadas por empresas que pretendem conhecer os seus clientes e verificar se suas informações são verídicas e correspondem à realidade. 

Esse conhecimento é importante para entender melhor se as movimentações financeiras, escolhas de ativos e investimentos feitos por esses clientes estão condizentes com seus perfis e também para identificar qualquer tipo de ação suspeita e que fuja do que é esperado. 

Tudo isso com o objetivo de evitar fraudes, financiamento de ações como terrorismo, método de trabalho que se assemelhe à escravidão e lavagem de dinheiro. 

A etapa de cadastro de um novo cliente já é um passo extremamente importante, pois já traz inúmeras informações essenciais para minimizar possíveis riscos. A legislação brasileira acompanha de perto isso por meio da Lei 9.613/98, que trata da prevenção do uso do sistema financeiro nacional em crimes. 

Como funciona o KYC?

Na prática, o KYC é um processo de verificação da legitimidade da documentação apresentada pelos clientes, seja de forma presencial ou online. Ainda há instituições e clientes que optam pela verificação dos documentos presencialmente. 

Mas, muitas empresas, especialmente startups da área financeira, como as fintechs, apostam no digital para otimizar o tempo desse processo. Já criaram até mesmo tecnologias para reconhecimento facial ou uso de impressão digital para validar os acessos. 

Todos esses dados são integrados a um sistema central que passa a acompanhar o histórico de movimentações desse cliente e levanta bandeiras vermelhas em caso de movimentações atípicas. 

De forma resumida, o KYC é um processo que: 

  • Compila e analisa documentos de identificação;
  • Verifica informações em bancos de dados de terceiros;
  • Cria uma previsão do padrão de comportamento do cliente;
  • Monitora esse comportamento e fica alerta para desvios identificados. 

Seja sócio das empresas do futuro com a beegin.

Como investir em startups

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.