Scale-ups: os mitos e verdades de empresas com crescimento acelerado

Scale-ups
beegin -invista em startups

Um dos motores de crescimento econômico são as empresas de alto crescimento. Normalmente, quando se fala nisto, pensa-se imediatamente nas startups. Mas há também outras empresas emergentes, inclusive na economia tradicional: as chamadas scale-ups.

Essas empresas também apresentam oportunidades interessantes de investimento. Portanto, conhecê-las mais a fundo é imprescindível para todo investidor que busca por boas possibilidades e diversificação do portfólio de investimentos.

Continue a leitura deste conteúdo e veja quais são os mitos e verdades das scale-ups e compreenda melhor esse modelo de negócio promissor!

Mitos sobre as scale-ups

O termo scale-up é utilizado para caracterizar empreendimentos que alcançaram um crescimento acelerado e significativo no mercado, ao menos 20% por ano. Sendo assim, trata-se de empresas com potencial de desenvolvimento escalável, apresentando crescimento constante a longo prazo.

Diante disso, é um assunto repleto de mitos e verdades, que acabam comprometendo a decisão dos investidores. Entretanto, conhecer melhor o conceito scale-up é importante para aproveitar oportunidades e ter ativos extremamente promissores.

Veja, a seguir, quais os mitos sobre as scale-ups!

São grandes empresas

Embora apresentem crescimento sustentável e significativo a cada ano, as scale-ups são negócios de pequeno e médio porte, na grande maioria das situações. Muitas delas têm número de funcionários inferior a 50 e, com o tempo, podem se tornar de grande porte.

São jovens

Outro mito muito comum no mercado é que as scale-ups são constituídas apenas por profissionais jovens, em início de carreira. Geralmente, os negócios de alto crescimento são desenvolvidos por empreendedores mais experientes, acima dos 40 anos.

Pertencem apenas ao setor de tecnologia

Apesar de muitos negócios desenvolverem soluções voltadas à tecnologia, não são todas as scale-ups que atuam nesse segmento. É possível notar empresas em diversas atividades econômicas, como:

  • logística;
  • e-commerce;
  • setor imobiliário.

Boa parte estão em cidades grandes

As grandes cidades, em sua maioria, oferecem ótimas oportunidades e acesso facilitado ao público-alvo, porém, não são os principais destinos das scale-ups.

Mais da metade das empresas estão localizadas em cidades com número de habitantes inferior a 500 mil.

Inovação é o fator-chave de crescimento

A inovação simboliza grande diferencial para o crescimento de um negócio e contribui diretamente para os resultados. No entanto, não é um atributo considerado fator-chave para determinar o desempenho acelerado de uma scale-up.

Verdades sobre as scale-ups

Agora que você já viu quais são os mitos mais comentados sobre as scale-ups, é preciso saber quais fatores são verdadeiros. Assim, será possível entender melhor do assunto e eliminar as dúvidas, que em diversas ocasiões, impedem a aplicação em grandes negócios.

Saiba o que é verdade a respeito das scale-ups!

Contam com número maior de sócios

As scale-ups começam com projetos pequenos e promissores, por isso, é comum ter um número maior de sócios, especialmente após o crescimento acelerado. Portanto, muitas das empresas podem ter mais sócios e investidores, que criaram uma relação de confiança e parcerias promissoras.

Ciclo de trabalho é curto e otimizado

O modelo de negócio considerado scale-up é inovador e atua com um ciclo de trabalho mais curto e otimizado. Esse fator é muito importante para a eficiência das operações e ajudam a reduzir os custos, o que também auxilia na potencialização dos resultados.

Estão cerca de 10 anos no mercado

As scale-ups são negócios que têm um certo nível de maturidade, ou seja, atuam no mercado há pelo menos 10 anos. Por isso, são empresas que alcançam o crescimento constante a médio e longo prazo, o que não acontece com empreendimentos em fase embrionária ou inicial.

Atuam em mercados diversos

Outra característica verídica sobre as scale-ups é que atuam em diversas frentes do mercado brasileiro, como:

  • serviços;
  • imobiliário;
  • tecnologia.

É um ponto importante para os investidores, que queiram a oportunidade de investir em segmentos que tenham expertise.

Gestão aliada à inovação

Para atingir o sucesso, a gestão inovadora é um requisito de extrema importância e comumente presente nas scale-ups.

Embora não seja um atributo indispensável, a inovação nas operações internas e soluções comercializadas faz toda diferença para a escalabilidade.

É possível perceber que as scale-ups são negócios que ainda despertam inúmeras dúvidas nos investidores, porém, oferecem ótimas oportunidades.

Por isso, considerá-las na hora de diversificar a carteira é uma boa ideia para alcançar rendimentos satisfatórios no futuro.

Gostou de saber os mitos e verdades sobre as scale-ups? Se deseja ver outros conteúdos relevantes sobre investimentos e empreendedorismo, siga a beegin nas redes sociais! Estamos YouTube, Instagram e LinkedIn!

Como investir em startups

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.