O que é economia real?

beegin -invista em startups

Olá, investidor! Nos últimos anos, o brasileiro despertou mais interesse e adquiriu mais conhecimento sobre o mercado financeiro. Para quem tem maior patrimônio investido e experiência, essa evolução significa que os ativos tradicionais já foram explorados e é hora de avançar para novos terrenos, buscando os investimentos alternativos. Essa categoria inclui o que chamamos de ativos da economia real. Mas afinal, o que é economia real?

Se você quer diversificar sua carteira, otimizar os resultados e ainda apoiar iniciativas com impacto na economia real, é fundamental se informar melhor sobre essa opção! Então fica comigo até o final para saber sobre investimentos alternativos e entender, de fato, o que é a economia real e sua relação com o mercado financeiro. 

Os ativos da economia real são investimentos que oferecem mais do que apenas ganhos financeiros. Eles também ajudam a dinamizar a economia e fazem a diferença para o meio, pois ajudam a financiar o avanço de negócios que têm como core business solucionar desafios da sociedade e resolver problemas reais. 

O brasileiro deu largos passos na jornada para melhorar sua relação com o mercado financeiro, e agora tá iniciando uma nova fase na jornada rumo aos investimentos alternativos, que é a classe de ativos cujos ativos da economia real pertencem.

Os ativos agrupados nesta classe apresentam características em comum, como o alto potencial de retorno, os longos prazos de saída e a baixa liquidez. Outra característica importante é o nível de risco, que é mais elevado do que nos ativos tradicionais. Por isso, essas oportunidades são mais indicadas para quem já tem um patrimônio investido diversificado em outras classes de ativos.

Os investimentos alternativos não são listados em bolsa. Mesmo assim, eles são regulados pela legislação e pelas normas dos órgãos competentes, como a CVM e o Banco Central

Deixa aqui nos comentários se você já conhecia ou ouviu falar sobre essa classe de ativos! É novidade pra você? Aqui no canal a gente compartilha tudo sobre isso! Não deixe de se inscrever!

Agora que você já sabe o que é economia real e investimentos alternativos, eu vou te explicar como investir nesses ativos.

Para investir em ativos da economia real, eles precisam ser vinculados a uma operação financeira. A maneira de realizar o investimento varia conforme o tipo de ativo e o mecanismo em questão. 

Esses ativos financeiros lastreados em projetos da economia real podem ser negociados, por exemplo, por meio de fundos de investimento, como o Fundo de Investimento em Participações (FIPs). Ou até mesmo por meio de uma plataforma de equity crowdfunding, que é a forma mais simples e acessível para fazer esse tipo de investimento. Já clica aqui em cima para você saber como funciona o investimento em equity crowdfunding.

“E qual é a relação com o mercado financeiro, Jennifer?”

Essa é justamente uma das vantagens dessa classe de ativos. Eles têm pouca correlação com as oscilações do mercado financeiro, ou seja, aqueles momentos de baixa na bolsa não necessariamente irão afetar a performance do seu investimento, já que o que realmente interessa é o desempenho, ao longo dos anos, da empresa que decidiram financiar. 

Outra vantagem é o maior potencial de retorno! Esses investimentos são responsáveis por fomentar negócios, proporcionando maior giro econômico e aumentando as chances de evolução e expansão do modelo de negócios. Assim, no longo prazo, o investidor pode ver seus ganhos serem multiplicados.

Lembrando que a diversificação é um ponto relevante para sua carteira. Então, vale avaliar a possibilidade de entrar nos investimentos alternativos. 

Acesse aqui a nossa plataforma de equity crowdfunding. Já faça seu cadastro e fique por dentro de grandes oportunidades da economia real. 

Ainda ficou com dúvida? Deixa aqui que nós vamos te ajudar! 

Até a próxima, investidor!

Como investir em startups

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.