Por que o EQUITY CROWDFUNDING não para de CRESCER?

porque o equity crowdfunding não para de crescer

O equity crowdfunding não parou de crescer no Brasil nos últimos anos. Isso se deve muito a regulamentação da Comissão de Valores Mobiliários, a ICVM 588, e também ao período de queda da taxa básica de juros entre 2017 e 2021, que fez com que muitos investidores buscassem novas alternativas de investimentos. Neste vídeo,  eu vou te explicar porque a modalidade do equity crowdfunding não para de crescer e porque você não pode deixar de aproveitar esse momento.

Olá, investidor! 

O equity crowdfunding é uma plataforma que permite ao investidor realizar aportes financeiros em empresas emergentes de capital fechado, como startups e scale–ups.

O investimento coletivo é uma modalidade que despertou o interesse dos investidores e cresce de forma substancial. É uma oportunidade vantajosa às empresas inovadoras que precisam de capital para crescer, e para quem deseja ter ativos com alto potencial de rentabilidade. Nesse contexto, desde a regulamentação do equity crowdfunding, realizado pela instrução 588 da CVM em 2017, a modalidade evoluiu consideravelmente no Brasil. 

Segundo a CVM, os investimentos por meio de equity crowdfunding aumentaram 140% em 2021, alcançando 204 milhões de reais. A expectativa é que o volume levantado chegue a 300 milhões de reais ainda este ano.

Agora eu vou te falar os motivos desse crescimento. Mas antes, já se inscreve no canal e curte esse vídeo, pra continuar aprendendo sobre este universo dos investimentos alternativos! 

O primeiro motivo é o Crescimento da oferta. O número de startups e ideias inovadoras no mercado brasileiro evoluiu ao longo dos anos e, muitas delas, com grande potencial de sucesso. 

Segundo motivo: Impacto da pandemia – juros básico mais baixos da história, estimulando os investidores a buscarem ativos com maior potencial de rentabilidade, encontrando na modalidade de equity crowdfunding uma ótima porta de entrada na classe de ativos alternativos, pelos valores mínimos serem menores. Na beegin, por exemplo, você pode começar a investir a partir de 2 mil;

Terceiro motivo: Maior conhecimento por parte dos investidores – Mesmo depois da subida dos juros, os investidores que começaram a investir entre 2020 e 2021, entenderam os benefícios de diversificar suas carteiras com investimentos em negócios e continuaram a compor seu portfólio de startups e scale-ups.

Quarto: Influência do âmbito regulatório. O investimento em equity crowdfunding é regulamentado pela CVM, dessa forma, proporciona legalidade e segurança. Esse foi um dos aspectos que motivaram o crescimento da modalidade no Brasil. 

Último motivo: Cenário brasileiro perante o mundo. Apesar das dificuldades, diversos setores na economia nacional se destacaram, mantendo resultados satisfatórios, assim como em outros países. No ano de 2020, somente nos Estados Unidos, o equity crowdfunding arrecadou US$ 239 milhões, valor 77% maior em relação a 2019. Diante disso, os investidores procuram no equity crowdfunding a oportunidade ideal para aproveitar o momento.

Para o futuro, os desafios para investimentos alternativos são inúmeros, porém, a expectativa pela retomada do crescimento econômico é otimista. Nesse sentido, o investimento coletivo tem grande potencial para atrair volume considerável de capital. 

Os números apontam o crescimento dos ativos em equity crowdfunding nos últimos tempos e eles têm todas as possibilidades para decolar com a recuperação econômica. 

Portanto, é uma vertente a se considerar no planejamento e vale acompanhar de perto. 

Como pode notar, o investimento coletivo é uma oportunidade real para encontrar bons ativos e diversificar a carteira. Acima de tudo, possibilita investir em negócios promissores de forma segura, aumentando os retornos do portfólio conforme seus objetivos. Nesse link você pode conhecer mais sobre essa modalidade.

Agora que entendeu mais sobre o investimento coletivo, me conta aqui nos comentários qual é sua expectativa em relação a esse mercado. 

Até a próxima, investidor!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.