Confira os principais conceitos do mercado financeiro

principais conceitos do mercado financeiro

O mercado financeiro é repleto de termos que fazem parte do dia a dia de quem investe e está inserido nesse meio. Conhecer esses termos e entender para que servem é importante para conseguir tomar as melhores decisões na hora de compor uma carteira de investimentos

Por isso, esse glossário de investimentos pode ser seu parceiro na hora de se informar sobre os principais termos do mercado financeiro. 

Ações

A ação é a menor parte de uma empresa. Quando uma companhia abre capital, ela é repartida em diversos pequenos pedaços. Cada um desses pedaços representa uma ação. Quando o investidor compra uma ação, passa a ser sócio da empresa. 

Análise fundamentalista

A análise fundamentalista é um método de avaliação de empresas com o objetivo de entender se o preço da ação está coerente e se é um bom momento para comprar ou vender esses papéis. Ela se baseia em análise financeira, mercadológica, seu histórico e potencial de gerar valor no longo prazo. 

Análise técnica

A análise técnica também tem o objetivo de entender se a precificação de uma ação está coerente e qual sua perspectiva para os próximos meses. Essa análise é feita a partir da curva de tendência de gráficos de desempenho da ação nos últimos meses. 

Blue chips

As ações consideradas blue chips são as que apresentam maior liquidez, ou seja, podem ser negociadas rapidamente. Normalmente são de empresas tradicionais, com solidez financeira, boa reputação e grande porte. 

CDI

O CDI ou Certificado de Depósito Interbancário é a taxa de juros cobrada para operações realizadas diariamente entre bancos. Ela serve de referência para investimentos de renda fixa, como CDBs, LCIs e LCAs. 

Circuit breaker

O circuit breaker foi criado como um mecanismo de defesa para a bolsa de valores. Sempre que houver uma queda de 10% em relação ao valor médio de fechamento do dia anterior, o circuit breaker é acionado e as negociações são interrompidas por 30 minutos.

Se a queda persistir e chegar a 15%, há uma nova paralisação de 1 hora. Se isso não for suficiente para acalmar os ânimos do mercado e a queda chegar a 20%, o pregão é suspenso por tempo a ser determinado pela B3. 

Corretora 

Corretora é a instituição financeira responsável por intermediar negociações entre investidores e a bolsa de valores, fundos de investimento, fundos imobiliários, entre outros. Ela fornece diferentes tipos de ativos para que os investidores possam escolher e montar uma carteira de investimentos. 

Day trade

Na tradução livre para o português, day trade significa operação do dia. Ou seja, é considerado day trade a compra e venda de ações feita no prazo de um dia ou no mesmo pregão. O investidor que opera dessa forma é conhecido como day trader. 

ETF

ETF é a sigla em inglês para Exchange Traded Fund ou fundo negociado em bolsa. Trata-se de um fundo de investimento que usa como referência índices da bolsa de valores, entre eles o Ibovespa. O fundo reúne cestas cheias de ações que acompanham o desempenho de algum índice. 

Fundo imobiliário

O fundo imobiliário é um fundo de investimento voltado para imóveis, ou seja, reúne investidores com interesse em investir em imóveis. Ao invés de comprar um imóvel e ter que lidar com toda a burocracia, compra-se cotas do fundo que podem pagar uma remuneração mensal. Existem fundos de tijolo, focados em ativos reais, e os fundos de papel, que compram títulos ligados ao mercado imobiliário. 

Home broker

O home broker é o sistema pelo qual o investidor acessa o sistema da corretora onde tem conta para fazer seus investimentos de forma autônoma. Ele pode ser acessado do celular, computador ou tablet. 

Índices da bolsa

Índices da bolsa foram criados com o objetivo de reunir empresas do mesmo segmento e volume de operações com o objetivo de facilitar o acompanhamento de quem investe nesse ramo. Por meio desses índices, é possível saber se uma empresa está indo bem ou mal de forma isolada ou seguindo o comportamento do seu mercado.  

IPO

IPO é a sigla para Initial Public Offering ou Oferta Pública Inicial na tradução livre em português. É também conhecida como abertura de capital da empresa, ou seja, é o momento em que a companhia decide abrir seu capital e começar a negociar ações na bolsa de valores. 

Listagem

A B3 criou os segmentos de listagem com o objetivo de agrupar empresas com o mesmo nível de governança corporativa e transparência nas comunicações para ajudar o investidor a escolher as ações a serem compradas. Existem cinco segmentos atualmente: Bovespa Mais, Bovespa Mais Nível 2, Novo Mercado, Nível 1 e Nível 2. 

Mercado de acesso

O mercado de acesso foi criado para empresas que já não são mais consideradas startups, mas ainda não têm musculatura suficiente para abrirem capital na bolsa de valores tradicional. Já precisam seguir boas práticas de comunicação e governança corporativa, mas sem a necessidade de cumprir as mesmas exigências das companhias abertas. 

Perfil de investidor

Um dos primeiros passos ao entrar no mercado financeiro é identificar o perfil de investidor. Ele pode ser conservador, moderado ou arrojado. Essa variação está ligada ao quanto de risco o investidor está disposto a correr na hora de diversificar seus investimentos. 

Relação risco retorno

No mundo dos investimentos, risco e retorno caminham sempre juntos e normalmente seguem a mesma tendência de comportamento. Ou seja, quanto mais risco o investidor decide tomar, mais chances de retorno ele tem. Se o risco for mais controlado, a chance de retorno também será mais controlada. 

Risco de investimentos

O risco faz parte do mundo dos investimentos e pode variar de nível dependendo do tipo de ativo. Nos ativos de renda fixa ele é menor e nos ativos de renda variável é mais alto. É importante conhecer seu perfil de investidor para entender que tipo de risco faz sentido para a sua carteira de investimentos. 

Selic

A taxa Selic é conhecida como a taxa referência de juros do país. É a partir dela que bancos e demais instituições financeiras estabelecem remunerações e preço do crédito. Na prática, muitas taxas são bem maiores que a Selic, mas elas oscilam de acordo com essa referência. 

Small caps

As small caps são empresas negociadas na bolsa que apresentam menor valor de mercado, ou seja, baixa capitalização de mercado. 

Stop loss

O stop loss é um mecanismo de defesa para o investidor, que pode estabelecer de forma automatizada um valor de negociação para que a ação seja negociada e limite a perda registrada com determinada ação. 

Suitability

O processo de suitability nada mais é do que adequar os investimentos ao perfil do investidor. Ou seja, a partir dos objetivos definidos, de acordo com o perfil, é possível escolher ativos que façam sentido para essas metas. 

Swing trade

O swing trade é uma estratégia de operação utilizada para investimento na bolsa de valores focada em investimentos no curto e médio prazo. O objetivo é identificar tendências do mercado e lucrar com o desempenho das ações, contratos futuros e outros ativos. 

Investir em empresas inovadoras pode ser uma forma de conseguir remunerações superiores aos da renda fixa, por exemplo. Confira as melhores empresas para investir na beegin.

Padaria Pet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.