Riscos de investimento: o que são e como se proteger

beegin -invista em startups

A partir do momento em que você decide investir o seu dinheiro, independente do ativo escolhido, está se expondo aos riscos de investimento. 

Esse é um termo bastante comum no mercado financeiro e faz parte do dia a dia de quem decide tirar o dinheiro da conta corrente e buscar rentabilidade. Por isso, é importante conhecer os tipos de riscos de investimento e como proteger seu capital. 

É importante conhecer seu perfil de investidor e entender a sua disposição para se expor ao risco. Você pode ser: 

  • Conservador: menor disposição para correr riscos, priorizando a renda fixa e alocando menos recursos em renda variável e investimentos alternativos;
  • Moderado: maior disposição ao risco, equilibrando mais a carteira entre os tipos de investimento;
  • Arrojado: o perfil mais aberto aos riscos do mercado, focando em renda variável e maior representatividade em ativos alternativos, classes com maior potencial de retorno. 

E também entender que, naturalmente, investimentos em renda fixa apresentam menor risco e menor rentabilidade, e os de renda variável e alternativos trazem mais incertezas ao capital investido, mas com mais chances de ganhos.

Tipos de riscos de investimento

Os principais riscos de investimento que o investidor precisa prestar atenção para proteger o seu capital são: risco de mercado, risco de crédito e risco de liquidez

Risco de mercado

O risco de mercado é o mais comum a todo investimento, já que basicamente se trata das oscilações naturais que o mercado financeiro pode apresentar. Seja a variação brusca na taxa de juros, na taxa cambial ou no mercado de ações. 

Risco de crédito

O risco de crédito não acontece com frequência, mas pode causar um grande prejuízo ao investidor. Basicamente, é quando o investidor toma um calote do seu credor e não recebe o dinheiro investido. 

Risco de liquidez

A liquidez é a velocidade com que o investidor consegue transformar seu investimento em dinheiro na conta. Basicamente, é a dificuldade de vender um determinado ativo e, portanto, não conseguir realizar uma perda ou lucro no momento desejado. 


Para se proteger desses riscos, é importante conhecer as instituições onde o dinheiro é investido para garantir que são boas pagadoras. 

E também diversificar seus investimentos, para proteger o seu capital e não deixá-lo todo alocado em apenas um tipo de ativo. 

Se interessou pelo assunto e quer saber ainda mais sobre o mercado financeiro? Então fique de olho nos cursos oferecidos pela Solum.ed e cuide cada vez mais dos seus investimentos. 

Como investir em startups

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.