Startups captam US$ 763 milhões em fevereiro de 2022

Startups captam mais de USD$ 700 milhões em fevereiro

O volume total de investimentos em venture capital recebidos pelas startups brasileiras em fevereiro deste ano foi de US$ 763 milhões em 40 aportes, o que supera em 129% o volume total investido no mesmo mês de 2021 (US$ 333 milhões, em 55 aportes). Os dados constam no relatório mensal “Inside Venture Capital”, elaborado pela plataforma Distrito, que mapeia o setor.

As principais captações do mês foram a rodada Série D de US$ 300 milhões do banco espanhol BBVA na fintech Neon, que se tornou um “unicórnio”; o R$ 1 bilhão levantado com investidores pela Velvet; e a rodada Série B de R$ 530 milhões da gestora Warburg Pincus na empresa de tecnologia Sólides.

“Foi mais um mês muito bom para o ecossistema de startups no Brasil”, avalia Gustavo Gierun, cofundador e sócio do Distrito, que acredita que as rodadas de venture capital até o final de 2022 devem superar, mesmo que não muito, os US$ 9,4 bilhões do total de 2021.

“Neste momento, ainda é difícil prever o que vai acontecer no mercado, com toda essa instabilidade e o cenário desafiador que temos visto no Brasil e no mundo. Mas continuamos acreditando no crescimento desse mercado, com mais startups e melhores empreendedores solucionando problemas complexos da sociedade”, afirma Gierun.

O setor mais aquecido continua sendo o de fintechs, que ficou com US$ 567,6 milhões das captações em fevereiro – ante US$ 76,4 milhões no mesmo mês em 2021 e US$ 3,7 bilhões no total do ano passado.

As HRtechs (startups voltadas para recursos humanos) vêm em seguida neste mês, com a captação de US$ 102 milhões.

Veja as melhores startups para investir na beegin

Padaria Pet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.