Swing trade: o que é e como realizar esta operação

Swing trade
beegin -invista em startups

Um investidor que opera em bolsa de valores pode trabalhar com diversos horizontes, de curto, médio e longo prazo, de acordo com sua estratégia de diversificação de investimentos. Quando sua operação é de curtíssimo prazo, ou seja, o mesmo dia, chamamos de day trade. Já as operações com horizontes um pouco maiores de tempo são chamadas de swing trade.

O mercado de capitais entende que o swing trade é uma estratégia intermediária entre o day trade e o investimento de longo prazo. Nela, o investidor busca retornos de curto prazo, mas em intervalos de tempo maiores que o fluxo diário.

Diferença entre day trade e swing trade

A principal diferença entre o day trade e o swing trade está no intervalo de tempo entre a compra e a venda do ativo. Enquanto no primeiro as duas operações acontecem no mesmo dia, no segundo o intervalo entre elas pode chegar a alguns meses.

Esta diferença impacta na metodologia de análise adotada para cada operação. Por exemplo, no day trade a análise gráfica é fundamental, uma vez que ela simplifica e otimiza a avaliação dos diferentes fatores que interferem na sua valorização ou desvalorização intradiária. 

Já no swing trade, é comum haver uma combinação de análise gráfica e fundamentalista. Isto porque o investidor precisa avaliar um horizonte mais longo de valorização ou desvalorização do ativo. Neste cenário, os fundamentos econômicos do ativo, seja ele um negócio ou um fundo de investimento, trazem insights mais relevantes sobre a performance esperada.

Quando posso vender swing trade?

Em uma operação de swing trade, o investidor tem um objetivo de valor a ser atingido pelo ativo, independentemente do cenário de mercado. Desta forma, quando o preço atingir o patamar esperado, a venda pode ser realizada, mesmo que o gráfico ou os fundamentos apontem para uma maior valorização futura.

É importante ter claro que esta operação exige paciência do investidor. Por conta da volatilidade dos ativos listados em bolsa de valores, entre a compra e a venda é absolutamente normal que o preço sofra altas e quedas. Neste período, é preciso ter sangue frio para manter o ativo na carteira até que atinja o valor esperado.

Swing trade e o longo prazo

O swing trade é uma operação que foca no curto e médio prazo. Uma carteira diversificada precisa prever uma combinação adequada de ativos de curto, médio e longo prazo, com diferentes exposições à volatilidade e à liquidez.

Por isso, é importante para o investidor combinar em sua carteira investimentos alternativos, com foco no longo prazo, e outros produtos para operar no swing trade. Desta forma, o patrimônio pode combinar os altos retornos dos investimentos não listados com os ganhos de curto e médio prazo que esta operação pode trazer.

Seja sócio das empresas do futuro com a beegin.

Como investir em startups

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.