Unicórnio brasileiro: saiba como identificar essas startups antes de crescerem!

Mulher de social mexendo no notebook
beegin -invista em startups

O investidor de sucesso em startups tem conhecimentos na área e identifica, logo nos primeiros estágios, uma empresa com potencial para se tornar o próximo unicórnio brasileiro.

Entre 2017 e agosto de 2021, 20 startups alcançaram o título de unicórnio brasileiro. E, esse número serve de incentivo para que novos negócios sejam criados com essa meta ambiciosa: atingir valor de mercado de US$ 1 bilhão, mesmo antes de um IPO.

O investimento em startup permite participar de um mercado em crescimento acelerado no Brasil. E, para os investidores mais atentos aos potenciais unicórnios, esse é um investimento que pode gerar retornos acima dos ativos mais tradicionais.

Startups rumo ao unicórnio brasileiro

Existe uma lista relativamente extensa de startups que estão dando passos significativos para se tornarem o próximo unicórnio brasileiro. Porém, antes de apresentá-las, é importante destacar que o conteúdo não é uma recomendação de investimento, e sim sobre o mercado das startups.

A primeira lista, “Cinco (possíveis) unicórnios para ficar de olho em 2021”, foi elaborada pela ABStartups e divulgada em fevereiro de 2021. Já a segunda, “Corrida dos Unicórnios”, foi elaborada pela Distrito e divulgada na mesma data.

Conta Azul

Fundada em 2012, a Conta Azul é uma startup focada em soluções de gestão financeira para Pequenas e Médias Empresas (PMEs). Sua plataforma na nuvem possibilita aumentar a eficiência com a automatização de processos.

Em abril de 2018, recebeu aporte de US$ 30 milhões. Já em 2020, chegou ao lucro anual de R$ 90 milhões e implementou medidas voltadas à sustentabilidade do negócio.

Dr. Consulta

A Dr. Consulta é uma startup cujo modelo de negócios original consiste em uma rede de clínicas populares. Em 2020, devido à pandemia, sofreu com redução na demanda, devido às restrições de circulação.

Diante desse novo cenário, ela elaborou com rapidez uma operação de telemedicina, o que ajudou a retomar as atividades. Além disso, adotou rígidos protocolos de segurança para restaurar a demanda pelo atendimento presencial.

Além disso, a startup adotou tecnologia para aumentar a produtividade das suas equipes. Assim, são utilizados algoritmos preditivos e inteligência artificial de modo a facilitar diagnósticos e indicação de tratamentos.

Neon

A Neon é focada em serviços financeiros, incluindo contas, cartões de crédito e investimentos. Foi fundada em 2014 e, em setembro de 2019, visando reforçar a expansão da base de clientes, realizou a aquisição de outra startup: MEI Fácil.

Essa estratégia agregou mais de 150 mil novos usuários para a conta PJ da Neon.

Em 2020, ela recebeu o maior volume de aporte entre as startups brasileiras, no valor de US$ 300 milhões. Por isso, algumas pessoas afirmam que ela já é um unicórnio.

Ainda em 2020, a empresa dobrou seu número de clientes, chegando a mais de 10 milhões de usuários, entre pessoas físicas e jurídicas.

Minuto Seguros

A Minuto Seguros é uma startup focada na contratação on-line de seguros. Desde sua fundação, em 2011, ela se tornou uma das maiores corretoras na área dos automóveis.

Além disso, tem boa atuação em outras frentes, especialmente com o crescimento da procura por seguros de vida e de residência.

Para atender a demanda, a startup chegou a ter mais de 400 colaboradores e, em 2020, aumentou em 30% as vendas. No caso dos seguros de vida, impulsionados pela pandemia, o aumento foi de 127%.

Plataformas de investimento

Para identificar um potencial novo unicórnio brasileiro e realizar o investimento nessa startup com praticidade e segurança, as plataformas de investimento alternativo são as melhores soluções.

Nessas plataformas, as startups se cadastram com intuito de captar recursos com o crowdfunding. Da mesma maneira, os investidores se cadastram para escolher, entre as empresas, quais são as mais promissoras considerando escalabilidade e lucratividade — dois fatores fundamentais para unicórnio.

Assim, não é preciso tomar parte em negociações individuais, longas e burocráticas sobre a compra de uma participação. Em vez disso, todos os investidores que utilizam a plataforma podem realizar aportes e se beneficiar dos retornos.

O processo é completamente digital, desde o primeiro contato com a startup até a assinatura do contrato de investimento. Dessa forma, garante praticidade aos investidores.

Ao mesmo tempo, o funcionamento da plataforma deve atender às normas dos órgãos reguladores — mais especificamente, a Resolução 88 da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Dessa maneira, os investidores têm segurança nas atividades desenvolvidas, com diferenciais importantes.

Na beegin, as startups passam por uma análise de critérios administrativos para entrar na plataforma e são submetidas a uma curadoria profissional criteriosa. Essa é uma medida indispensável de modo a assegurar que as melhores oportunidades cheguem aos investidores.

Outro ponto de relevância da beegin são as rodadas de investimento lideradas por nomes de peso do mercado financeiro. Com esses investidores colocando seu capital no jogo, as oportunidades apresentadas pela plataforma ganham mais credibilidade.

Está interessado em investir em startups e descobrir o próximo unicórnio brasileiro? Saiba mais sobre o papel do investidor anjo.

Como investir em startups

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.